Voltar

Informativo Diário

10/06/2019

COM FORTE RECUO EM CHICAGO, SOJA FECHA SEMANA COM PREÇOS MAIS FRACOS SEM NEGÓCIOS RELEVANTES

Na sexta-feira, o mercado interno de soja encerrou a semana pouco agitado nas principais praças de negociação do país. Com perdas de até 12,5 pontos nos principais vencimentos e a moeda norte-americana atingindo a mínima de R$ 3,85 ao longo do pregão, a oleaginosa encerrou a semana com cotações mais fracas e comercialização em ritmo lento. Apenas no Sul foram reportados negócios, envolvendo cerca de 80 mil toneladas. A comercialização da safra 2018/19 foi estimada em cerca de 63,4% no país, enquanto na safra 2019/20, este percentual foi de 11,9%.

RS: conforme rumores, aproximadamente 40 mil toneladas foram negociadas ao longo do dia. Os preços ficaram inalterados no estado.

PR: preços mais baixos no estado. Segundo informações, cerca de 30 mil toneladas foram negociadas na sessão de hoje. A comercialização da safra paranaense 2019/20 foi estimada em aproximadamente 13%.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam em queda no grão, no farelo e no óleo nesta sexta-feira. Nas posições spot, perdas de 1,43% no grão, de 1,13% no farelo e de 1,36% no óleo.

• O mercado voltou a ser pressionado pelo fator clima. A previsão de clima tende a favorecer o plantio nos Estados Unidos, que está atrasado. Fatores técnicos completaram o cenário baixista.

• O mercado começa a se posicionar frente ao relatório de junho do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), que será divulgado na terça-feira, 11.

• O Departamento deverá indicar redução na estimativa para a safra americana de soja em 2019/20.

• Analistas consultados pelas agências internacionais apostam que o USDA indicará produção americana em 2019 de 4,092 bilhões de bushels, contra 4,150 bilhões indicadas em maio e 4,544 bilhões do ano anterior.

• Em relação aos estoques de passagem, o USDA deverá elevar a sua estimativa para 2018/19 de 995 milhões para 1,01 bilhão de bushels. Para a 2019/20, o carryover dever subir para 970 milhões de bushels para 987 bilhões.

• Os estoques globais da oleaginosa deverão ser reduzidos de 113,2 milhões de toneladas para 113,1 milhões de toneladas em 2018/19. Para a próxima temporada, a expectativa é de estoques de 114,7 milhões, contra 113,1 milhões projetados em maio.

• O mercado também deverá prestar atenção aos dados de produção na América do Sul em 2018/19. A safra brasileira deverá ficar praticamente inalterada, na casa de 117 milhões de toneladas. O USDA, no entanto, poderá elevar sua previsão para a Argentina, passando de 56 milhões para 56,1 milhões de toneladas.


CHINA O presidente da China, Xi Jinping, chamou o presidente norte-americano, Donald Trump, de amigo, e expressou confiança de que o líder dos Estados Unidos não quer prejudicar completamente os laços com o país asiático. Asinformações são da agência "Sputnik". O Xi está na Rússia para uma visita de estado, e ficará no país até esta sexta-feira. "Apesar de haver um debate comercial entre nós e os Estados unidos, mas os dois países são interconectados. Temos o maior comércio. É difícil imaginar uma completa separação dos Estados Unidos e da China", disse Xi no Fórum Econômico Internacional em São Petersburgo. "Não estamos interessados nisso, os Estados Unidos também não estão. O presidente Trump é meu amigo, e estou convencido que ele também não está interessado", disse.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em queda de 0,12% no mercado à vista, cotado a R$ 3,8780 para venda, influenciado pela sessão mais positiva para as moedas de países emergentes reagindo aos dados mais fracos do relatório de empregos dos Estados Unidos, o payroll. Na semana, a moeda caiu 1,19%, acumulando três semanas consecutivas de recuo. O operador de câmbio da Correparti, Guilherme França, destaca que, além do "aparente" avanço nas negociações comerciais entre os Estados Unidos e o México, o payroll levou a moeda a bater mínimas consecutivas, chegando a ser cotada na casa de R$ 3,85. "Após a moeda chegar ao 'piso psicológico' [R$ 3,85] e ter ficado 'barata', investidores locais foram às compras e se protegeram à véspera do fim de semana", comenta.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2020 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax