Voltar

Informativo Diário

23/06/2021

CHICAGO E DÓLAR FECHAM COM QUEDA ACENTUADA, PREÇOS RECUAM NO FÍSICO E MERCADO DE SOJA PERMANECE TRAVADO NO PAÍS

Na terça-feira, o mercado interno de soja permaneceu travado nas diversas praças de negociação do país. Em mais um pregão marcado pela volatilidade, a commodity, que registrava ganhos moderados até o meio-pregão, acabou fechando com perdas na casa dos 20 pontos nos principais vencimentos. Já o câmbio, em mais um dia de queda significativa, segue sua tendência de queda e encerrou abaixo do patamar de R$ 5,00 por dólar pela primeira vez em aproximadamente um ano. Com isso, os preços físicos da oleaginosa recuaram, os agentes permaneceram retraídos e não foram registrados negócios relevantes no país.

RS: mercado bastante lento e cotações nominais no estado. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de agosto/21, indicações nominais de compra entre R$ 154,50 e R$ 155 por saca CIF, enquanto no spot a indicação fica em R$ 154. No interior do estado, indicações nominais entre R$ 148,50 e R$ 149,50 por saca FOB para embarque e pagamento curtos.

PR: dia de queda nos preços e mercado lento. Para embarque e pagamento em meados de julho/agosto deste ano, indicações nominais de compra entre R$ 154 e R$ 155 por saca CIF na região portuária. Na região oeste, indicações nominais de compra na faixa de R$ 149 por saca para embarque e pagamento em meados de julho/agosto deste ano.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam em queda no grão e no farelo, e mistos no óleo na terça-feira. Nas posições spot, perdas de 1,44% no grão e de 2,62% no farelo, e ganhos de 0,56% no óleo. No melhor momento do dia, o contrato julho/21 do grão atingiu a máxima de US$ 14,2725 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 13,9450 por bushel. Por volta das 14h (Brasília), a soja operava com ganhos de até 4 pontos nos principais vencimentos. O vencimento agosto/21 operava com ganhos de 4 pontos, com negócios a US$ 13,7475 por bushel.

• A previsão de condições favoráveis para o desenvolvimento das lavouras norte-americanas determinou a perda.

• Os mapas climáticos indicam chuvas em bom volume e temperaturas adequadas ao desenvolvimento da soja no Meio Oeste, recuperando o déficit hídrico. Esta expectativa superou o impacto positivo da nova queda no índice de lavouras entre boas e excelentes condições.

• O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou ontem dados sobre as condições das lavouras americanas de soja. Segundo o USDA, até 20 de junho, 60% estavam entre boas e excelentes condições - o mercado esperava 60% -, 31% em situação regular e 9% em condições entre ruins e muito ruins. Na semana anterior, os índices eram de 62%, 30% e 8%, respectivamente.

• Até 20 de junho, a área plantada estava apontada em 97%. O mercado esperava o número em 97%. Na semana passada, o número estava em 94%. Em igual período do ano passado, a semeadura era de 96%. A média é de 94%.


CHINA Pequim planeja manter suas restrições de fronteira devido à pandemia por pelo menos mais um ano, enquanto autoridades se preocupam com o surgimento de novas variantes e um calendário de eventos delicados, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto, apesar de uma campanha de vacinação contra o novo coronavírus que superou um bilhões de doses. As informações são da agência de notícias "Dow Jones".


CÂMBIO O dólar comercial fechou em queda de 1,11% no mercado à vista, cotado a R$ 4,9660 para venda, abaixo de R$ 5,00 pela primeira vez desde 10 de junho de 2020. A sinalização do Comitê de Política Monetária (Copom) de que uma elevação de 1,00 ponto percentual (pp) foi discutida na reunião da semana passada, conforme divulgado hoje na ata do encontro, animou o mercado doméstico. Somado a isso, o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, deu hoje na Câmara dos Deputados norte-americana as primeiras declarações após a decisão de política monetária e foram vistas como "dovish" (suave).


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax