Voltar

Informativo Diário

06/03/2019

SOJA ENCERRA SEMANA COM PREÇOS FIRMES E POUCOS NEGÓCIOS

Na sexta-feira, o mercado interno de soja encerrou a semana calmo nas principais praças de negociação do país. Com o mercado reagindo no final do pregão, os preços melhoraram no mercado doméstico. Entretanto, não foram reportados negócios relevantes na maioria das regiões, com exceção do Mato Grosso que, de acordo com rumores do mercado, movimentou aproximadamente 25 mil toneladas da oleaginosa. A colheita apresentou avanço regular, atingindo 45% da área prevista.

RS: mercado permanece lento e as cotaçõestiveram alta.

PR: preçosfirmes e mercado segue pouco agitado.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam em alta no grão e no farelo, e em queda no óleo nesta sexta-feira. Nas posições spot, ganhos de 0,19% no grão e de 0,33% no farelo, e perdas de 0,03% no óleo.

• O mercado foi sustentado pela esperança de um acordo entre os Estados Unidos e a China. Compras de barganha e cobertura de posições vendidas, diante do final de semana, também colaboraram positivamente. Na semana, a posição maio acumulou queda de 1,32%.

• A boa demanda pelo produto norte-americano, já que as exportações semanais do país ficaram bem acima do esperado por analistas,também sustentaramas cotações.

• Ontem, o secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, disse que os Estados Unidos estão mais perto de firmar um acordo comercial mais amplo com a China. Além dele, o diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow, disse que o progresso das negociações comerciais com a China é "fantástico" e que um acordo histórico está no horizonte.

• "Fontes dos Estados Unidos próximas das negociações entre o país e a China disseram à Bloomberg que os negociadores tentam um encontro no meio se março, onde um acordo pode ser assinado. Isso reforça o comentário de Larry Kudlow", afirmou o analista do Danske Bank, Daniel Brodsgaard.


CHINA Em atendimento a proposta do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a autoridade sanitária chinesa aprovou novo formato de credenciamento de veterinários oficiais aptos a assinar Certificados SanitáriosInternacionais(CSI) para aquele país.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em alta de 0,74% no mercado à vista, cotado a R$ 3,7820 para venda, reagindo ao movimento de cautela dos investidores que buscaram proteção à véspera do feriado de Carnaval que fechará o mercado doméstico na segunda e terçafeira. Além do cenário mais negativo para as moedas de países emergentes, em que o real teve um dos piores desempenhos ao longo da sessão. O dólar fecha em alta pela segunda semana consecutiva, a 1,06%.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax