Voltar

Informativo Diário

19/02/2021

CHICAGO E PRÊMIOS RECUAM, PREÇOS SEGUEM REGIONALIZADOS E POUCOS NEGÓCIOS SÃO REPORTADOS COM SOJA NO PAÍS

Na quinta-feira, o mercado interno de soja permaneceu calmo nas diferentes praças de negociação do país. Com os principais referenciais em direções opostas, os preços físicos da oleaginosa tiveram oscilação mista e somente lotes pontuais foram comercializados. Os prêmios também recuaram, contribuindo para uma queda mais consistente nas cotações em algumas das principais regiões.

RS: preços de estáveis a mais baixos e mercado travado. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de julho/21, indicações nominais até R$ 167 por saca. No interior do estado, indicações nominais entre R$ 161 e R$ 162 por saca CIF para embarque e pagamento dentro de fevereiro.

PR: mercado pouco movimentado e cotações de estáveis a mais altas. Para embarque e pagamento em meados de março/21, indicações nominais na faixa de R$ 164 por saca CIF na região portuária, no melhor momento do dia. Na região oeste, indicações nominais na faixa de R$ 157,50 por saca no disponível, porém sem lotes significativos comercializados.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam mistos no grão, no farelo e no óleo na quinta-feira. Nas posições spot, as perdas foram de 0,63% no grão e de 1,34% no farelo, e ganhos de 0,29% no óleo. No melhor momento do dia, o contrato março/21 do grão atingiu a máxima de US$ 13,9125 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 13,75/bushel. Por volta das 14h (Brasília), a soja operava com perdas de até 12,25 pontos nos principais vencimentos. O vencimento maio/21 operava com perdas de 11,75 pontos, com negócios a US$ 13,73 por bushel.

• O mercado foi pressionado pelo sinalização de aumento consistente na área a ser plantada nos Estados Unidos em 2021.

• Durante a abertura do Fórum Anual do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), o economista-chefe, Seth Meyer, indicou plantio nos Estados Unidos em 2021 de 90 milhões de acres. O mercado trabalhava com número de 89,4 milhões de acres. No ano passado, a área totalizou 83,1 milhões de acres.

• O Fórum se estende até amanhã, quando os quadros completos de oferta e demanda serão divulgados. Para a produção, o mercado projeta safra passando de 4,135 bilhões de bushels para 4,505 bilhões. Os estoques de passagem deverão subir de 120 milhões para 185 milhões de bushels.

• Além dos números fechados do Fórum, os agentes também deverão avaliar o resultado das exportações semanais, principalmente os embarques para a China, após o longo feriado naquele país. A projeção é de que as vendas líquidas americanas fiquem entre 400 mil e 950 mil toneladas.


ARGENTINA As temperaturas amenas somadas às chuvas acumuladas no início deste mês, melhoram a perspectiva de produtividade da soja na região central da Argentina. Segundo a Bolsa de Cereais de Buenos Aires, ao mesmo tempo, grandes setores da província de Buenos Aires e La Pampa dependem da chuva no curto prazo, enquanto os estágios mais avançados estão no período crítico de formação de vagens. No momento, 19% da área está em situação de boa a excelente, 70% em situação normal e 11%, de regular a ruim. Na semana passada os percentuais ficavam em 23%, 69%, e 8%, respectivamente. Em igual período do ano passado, eram 66% boas e 34% ruins. A condição hídrica se divide entre ótima ou adequada (79%) e regular ou seca (21%). Na semana passada eram 85% e 15%, respectivamente. No ano passado, 97% e 3%. A produção no país é estimada em 46 milhões de toneladas.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em alta de 0,55% no mercado à vista, cotado a R$ 5,4430 para venda, no maior valor de fechamento em duas semanas, acompanhando a desvalorização das moedas de países emergentes em meio à busca por ativos de renda fixa nos Estados Unidos. Aqui, o movimento de cautela prevaleceu com investidores atentos à política local, à espera de novidades em relação ao auxílio emergencial.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax