Voltar

Informativo Diário

07/12/2018

SOJA TEM DIA DE POUCOS NEGÓCIOS E PREÇOS MISTOS NO MERCADO INTERNO

Na quinta-feira, o mercado interno de soja manteve o ritmo lento nas diversas praças de negociação do país. Com a alta do dólar, houve registro de operações de pequenos volumes em Goiás e Minas Gerais, envolvendo cerca de 5 mil toneladas em cada estado. Entretanto, o mercado demonstra baixa liquidez nesse momento, com Chicago caindo e os prêmios fracos na exportação.

RS: preços mais altos no estado e poucos negócios reportados.

PR: negócios permanecem escassos e os preços recuaram no estado.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam em queda no grão, no farelo e no óleo nesta quinta-feira. Nas posições spot, perdas de 0,43% no grão, de 0,60% no farelo e de 0,35% no óleo.

• Após quatro sessões de ganhos, o mercado recuou, mas os contratos encerraram acima das mínimas do dia.

• O desempenho da soja foi determinado pelo clima de aversão ao risco no cenário financeiro global. O dia foi de queda nas bolsas e no petróleo e de valorização do dólar frente a outras moedas. A expectativa positiva em torno da trégua comercial entre Estados Unidos e China foi arranhada após a prisão da executiva e filha do fundador da Huawei (empresa chinesa de telecomunicações) no Canadá, a pedido do governo norte-americano.

• Tal medida contamina todos os mercados de ações e de commodities pelo mundo. As autoridades do Canadá prenderam a executiva-chefe de finanças da Huawei, Meng Wanzhou, a pedido dos Estados Unidos, que a acusam de violar sanções impostas ao Irã.


CHINA A Secretaria de Agricultura da Argentina anunciou nesta quarta-feira de que o governo da China aceitou comprar entre 300 a 400 mil toneladas de óleo de soja do país. Tal montante excede o volume total de apenas 130 mil toneladas adquiridas nos últimos 3 anos. As informações são da QT News.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em alta de 0,12%, negociado a R$ 3,8750 para venda, na mínima do dia, após exibir forte volatilidade ao longo da sessão, chegando à máxima de R$ 3,9440 (+1,92%). A aversão ao risco global prevaleceu por todo o pregão com investidores atentos à relação entre Estados Unidos e China, o que pode impactar a trégua de 90 dias na guerra tarifária entre as duas maiores potências econômicas do mundo.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax