Voltar

Informativo Diário

10/03/2021

PREÇOS PERMANECEM FIRMES EM UM MERCADO COM POUCOS NEGÓCIOS

Na terça-feira, o mercado interno de soja novamente teve uma sessão com poucas movimentações nas principais praças de negociação do país. Com compradores e vendedores ainda de olho nas volatilidades registradas no câmbio e nos contratos futuros em Chicago, apenas negócios isolados estão sendo registrados. O mercado também começou a digerir o relatório do USDA de março, que foi divulgado nesta terça e não trouxe grandes novidades. As cotações oscilaram de forma mista no país, com a maioria das indicações registrando novas valorizações.

RS: cotações oscilando positivamente em um mercado sem novos negócios aparentes. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de junho/21, indicações de compra até R$ 185 por saca CIF, enquanto no spot a indicação fica em R$ 183. No interior do estado, comprador indicando até R$ 179 por saca FOB para embarque e pagamento curtos.

PR: novo dia de pouca agitação em um mercado com preços estáveis e nominais em sua maioria. Para embarque e pagamento em meados de abril/21, indicação de compra a R$ 180 por saca CIF na região portuária. Na região oeste, indicação de compra a R$ 169 por saca no disponível.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam em alta no grão e no óleo e mistos no farelo na terça-feira. Nas posições spot, ganhos de 0,24% no grão, 0,21% no farelo e 1,27% no óleo. No melhor momento do dia, o contrato março/21 do grão atingiu a máxima de US$ 14,4350 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 14,4125 por bushel.

• O mercado teve um dia volátil, aguardando o relatório de março do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). O clima na América do Sul manteve os preços no território positivo. O excesso de chuvas atrasa a colheita no Brasil e a estiagem pode prejudicar a produção argentina.

• Sem surpresas, o relatório indicou que a safra norte americana de soja deverá ficar em 4,135 bilhões de bushels em 2020/21, o equivalente a 112,53 milhões de toneladas, repetindo o relatório anterior.

• Os estoques finais estão estimados em 120 milhões de bushels ou 3,26 milhões de toneladas, sem alteração. O mercado apostava em carryover de 117 milhões ou 3,18 milhões de toneladas.

• O USDA indicou esmagamento em 2,2 bilhões de bushels e exportação de 2,25 bilhões, também sem alterações.

• O USDA projetou safra mundial de soja em 2020/21 de 361,82 milhões de toneladas. Em fevereiro, o número era de 361,08 milhões de toneladas.

• Os estoques finais estão estimados em 83,74 milhões de toneladas. O mercado esperava por estoques finais de 82,7 milhões de toneladas. Em fevereiro, a previsão era de 83,36 milhões de toneladas.

• A projeção do USDA aposta em safra americana de 112,55 milhões de toneladas. Para o Brasil, a previsão é de uma produção de 134 milhões de toneladas, contra 133 milhões de fevereiro. A Argentina deverá produzir 47,5 milhões de toneladas. A previsão anterior era de 48 milhões de toneladas.


CHINA A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) revisou para baixo sua projeção de crescimento para o Produto Interno Bruto (PIB) da China para este ano, de 8,0% para 7,8%, e manteve sua previsão para 2022 em 4,9%.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em alta de 0,25% no mercado à vista, cotado a R$ 5,7920 para venda, renovando o maior valor de encerramento desde 15 de maio de 2020 (quando fechou a R$ 5,8410), em sessão de volatilidade e descolamento do exterior. O risco político no mercado doméstico prevaleceu ao longo da sessão em meio ao receio de que a PEC Emergencial fosse "desidratada" na Câmara dos Deputados e com a possibilidade de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva concorrer as eleições de 2022. Já o contrato futuro firmou queda ao longo da sessão em correção após subir mais de 3% ontem, a R$ 5,88.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax