Voltar

Informativo Diário

03/08/2020

COM ALTA DE CHICAGOE DÓLAR, PREÇOS VOLTAM A AVANÇAR NO FÍSICO

Na sexta-feira, o mercado interno de soja encerrou a semana calmo nas principais praças de negociação do país. A commodity encerrou a última semana do mês de forma positiva. Em Chicago, chegou a encostar nos níveis de US$ 9,00/bushel ao longo do dia. Já o câmbio, avançou significativamente e ultrapassou os R$ 5,20 por dólar. Os prêmios permanecem firmes, com a posição setembro/20 ficando entre US$ 1,62 e US$ 1,85/bushel. Com isso, as cotações voltaram a avançar no mercado doméstico,porém somente negócios pontuais têm sido reportados.

RS: mercado encerrando a semana calmo e preços avançando. Na região portuária, para embarque e pagamento em meados de maio/21, indicações na faixa de R$ 108 por saca CIF Rio Grande. Para embarque imediato e pagamento no final de setembro deste ano, havia possibilidade de negócios até R$ 124,50 por saca CIF, porém sem contrapartida de venda.

PR: dia de alta nas cotações, porém pouca movimentação no estado. Para embarque em março/21 e pagamento em abril/21, indicações na faixa de R$ 109,50 por saca CIF região portuária. Para embarque imediato e pagamento em meados de setembro deste ano, havia possibilidade de negócios na faixa de R$ 120 CIF Paranaguá, porém sem contrapartida de venda. Na região oeste do estado, indicações nominais entre R$ 113,50 e R$ 114,50 por saca para embarque imediato e pagamento em meados de agosto/setembro deste ano.


CHICAGO(CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam em alta no grão e no óleo, e em queda no farelo na sexta-feira. Nas posições spot, os ganhos foram de 0,64% no grão e de 3,10% no óleo, e perdas de 0,17% no farelo. No melhor momento do dia, o contrato agosto/20 do grão atingiu a máxima de US$ 8,9925 por bushel. No final da sessão, trocou de mãos a US$ 8,9750 por bushel. Por volta das 13h (Brasília), a soja operava com ganhos de até 5,25 pontos nos principais vencimentos. O vencimento setembro/20 operava com ganhos de 3,5 pontos, com negócios a US$ 8,9025 por bushel.

• Na semana, no entanto, a posição novembro caiu 0,75%. No balanço do mês, o contrato teve valorização de 1,15%.

• Apesar dos resultados ruins de desempenho da economia mundial, os sinais de demanda aquecidapela soja americana voltaram a dar sustentação aos preços.

• O mercado ainda assimila o excelente resultado das exportações semanais, divulgado ontem.


CHINA O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial da China subiu para 51,1 pontos em julho, após marcar 50,9 pontos em junho,segundo dados divulgados pelo departamento oficial de estatísticas do país. Leituras acima de 50 pontos sugere expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O subíndice que mede apenas a produção das indústrias avançou de 53,9 pontos para 54,0 pontos, enquanto o componente de novos pedidossubiu de 51,4 pontos para 51,7 pontos.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em alta de 1,10% no mercado à vista, cotado a R$ 5,2160 para venda, acompanhando o exterior avesso ao risco e negativo para as moedas de países emergentes com a moeda norte-americana voltando a se valorizar ante aos seus pares. No último pregão do mês, teve a formação de preço da taxa Ptax - média das cotações apuradas pelo Banco Central (BC) - no qual contribuíram para a pressão altista da divisa estrangeira.


Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2020 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax