Voltar

Informativo Diário

01/02/2021

CHICAGO E DÓLAR AVANÇAM, PREÇOS SOBEM, MAS MERCADO ENCERRA A SEMANA CALMO NO PAÍS

Na sexta-feira, o mercado interno de soja encerrou a semana pouco agitado nas diferentes praças de negociação do país. Em mais uma sessão volátil, os preços físicos da commodity ficaram de estáveis a mais altos e somente negócios pontuais foram reportados no país. Em Chicago, a oleaginosa ampliou ganhos após o meio-pregão e fechou com forte alta. O câmbio enfileirou o terceiro dia consecutivo de ganhos, atingindo os níveis de R$ 5,50 por dólar ao longo da sessão. Segundo rumores, pelo menos 30 mil toneladas de soja trocaram de mãos no país.

RS: dia de alta nos preços, porém sem negócios significativos reportados. Na região portuária do estado, para embarque e pagamento em meados de julho/21, indicações nominais até R$ 169 por saca. No interior do estado, indicações nominais entre R$ 166 e R$ 167 por saca CIF para embarque e pagamento dentro de janeiro, porém sem contrapartida de vendas.

PR: houve alta nos preços e somente negócios pontuais foram reportados no estado. Para embarque e pagamento em meados de março/21, indicações de compra na faixa de R$ 167 por saca CIF na região portuária, também no melhor momento do dia. Na região oeste, indicações nominais na faixa de R$ 174 por saca no disponível, porém sem lotes significativos comercializados.


CHICAGO (CME/CBOT) Na Chicago Board of Trade (CME/CBOT), os contratos futuros do complexo soja fecharam em alta no grão e mistos no farelo e no óleo na sexta-feira. Nas posições spot, os ganhos foram de 1,23% no grão e de 0,91% no farelo, e perdas de 0,06% no óleo. No melhor momento do dia, o contrato março/21 do grão atingiu a máxima de US$ 13,7675 por bushel. Ao final da sessão, trocou de mãos a US$ 13,70/bushel. Por volta das 14h (Brasília), a soja operava com ganhos de até 8,25 pontos nos principais vencimentos. O vencimento maio/21 operava com ganho de 1,5 ponto, com negócios a US$ 13,53 por bushel.

• Sinais de demanda aquecida nos Estados Unidos - tanto na exportação como no esmagamento - e a preocupação com o clima no Brasil sustentaram as cotações.

• Com a alta de hoje, a posição março, a mais negociada, encerrou a semana com alta de 4,39% e o mês com valorização de 4,45%.

• O mercado se mostra em dúvida quanto ao verdadeiro tamanho da safra sul-americana. O atraso na entrada da safra brasileira, devido ao atraso na colheita com o excesso de chuvas, foi fator fundamental para a elevação semanal.

• A produção brasileira de soja em 2020/21 deverá totalizar 133,104 milhões de toneladas, com elevação de 4,7% sobre a safra da temporada anterior, que ficou em 127,178 milhões de toneladas. A estimativa foi divulgada por SAFRAS & Mercado. No dia 11 de dezembro, data do relatório anterior, a projeção era de 132,498milhões de toneladas.

• Com a colheita em fase inicial, SAFRAS indica aumento de 3,2% na área, estimada em 38,61 milhões de hectares. Em 2019/20, o plantio ocupou 37,43 milhões de hectares. O levantamento indica que a produtividade média deverá passar de 3.415 quilos por hectare para 3.465 quilos.


CHINA O presidente norte-americano, Joe Biden, fará uma revisão das políticas de seu antecessor Donald Trump para a China e o fará em uma posição de força, disse a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, durante coletiva de imprensa. "A equipe de segurança nacional, o recém-confirmado secretário de Estado [Antony Blinken], o presidente Biden estão todos revisando os aspectos de nossa abordagem de segurança nacional, incluindo, certamente, nosso relacionamento com a China", disse ela aos repórteres. "Estamos focados em abordar esse relacionamento a partir de uma posição de força", acrescentou.


CÂMBIO O dólar comercial fechou em alta de 0,73% no mercado à vista, cotado a R$ 5,4760 para venda, em sessão volátil em meio à formação de preço da taxa Ptax - média das cotações apuradas pelo Banco Central (BC) - de fim de mês, o que normalmente provoca oscilações da moeda estrangeira. Além de acompanhar o movimento de cautela no exterior e local, antes de uma semana carregada de eventos. Em semana encurtada com o feriado em São Paulo, o dólar teve ligeira desvalorização de 0,02%.

Fonte: CMA Group - Safras & Mercado.





Rod. BR 373 - km 400 | Candói - PR | Brasil - CEP: 85.140-000
© 2021 | Todos os Direitos Reservados. Ultramax